top of page
Buscar
  • Rodovias & Vias

COMPROMISSO DE ESTADO


Ministério da infraestrutura institui, na abertura do 1º Seminário Internacional de Segurança Viário, termo de cooperação para redução de acidentes e mortes nas rodovias Federais. Pauta que passa a ter vigência pelos próximos 5 anos, deve fomentar, alinhar e articular iniciativas e políticas públicas aderentes também ao Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), que por sua vez emula o objetivo firmado pelo Brasil Junto às Nações Unidas, na Segunda Década de Ação Pela Segurança no Trânsito (2021-2030).


O Acordo, firmado no final deste 2022, "prevê a redução do total de óbitos e lesões graves decorrentes de acidentes nas vias do país em 50% até 2028", teve ampla adesão por parte, tanto de entidades do poder público, tais como Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Infra S.A., quanto por parte de entidades representativas da iniciativa privada, tais como Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), Associação Brasileira das Empresas de Engenharia de Trânsito (Abeetrans), Associação Brasileira de Segurança Viária (ABSeV), quanto organizações da sociedade civil organizada e não governamentais, como o Instituto Nacional de Projetos Para o Trânsito e Segurança (Inprotran), International Road Assessment Programme – (iRAP) e Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV).


EVENTO

iniciativa privada, tais como Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), Associação Brasileira das Empresas de Engenharia de Trânsito (Abeetrans), Associação Brasileira de Segurança Viária (ABSeV), quanto organizações da sociedade civil organizada e não governamentais, como o Instituto Nacional de Projetos Para o Trânsito e Segurança (Inprotran), International Road Assessment Programme – (iRAP) e Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV). De acordo com o ministro da Infraestrutura substituto, Bruno Eustáquio, “Com as somas de nossas agendas de desburocratização e de transformação digital, vamos mudar o comportamento do brasileiro no trânsito”, durante a assinatura e abertura do seminário, que ainda, de acordo com ele “é o maior evento já realizado nessa área de segurança viária. Um evento internacional, que conta com painelistas renomados”, disse. Promovido pelo MInfra, por meio da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), o I Seminário de Segurança Viária, ocorre em um momento absolutamente oportuno para o país, como destacou o secretário nacional de Trânsito, Frederico Carneiro: “Estamos vivendo um contexto em que o Brasil busca alcançar grupos internacionais como a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), e na área do trânsito, especificamente, o WP1 e o WP29, dois importantes grupos de trabalho que cuidam da questão da segurança viária e da regulamentação de veículos automotores”, avaliou. Cossignatário do documento, presente ao seminário e um dos pioneiros a debater o tema da segurança viária nas páginas de Rodovias&Vias, o presidente Executivo da Abeetrans, Silvio Médici por sua vez, destacou a iniciativa como um passo importante em termos culturais a nível nacional: “Tanto o seminário, como esta agenda permanente, consolidam um trabalho que temos tido a oportunidade de participar, junto a todos estes atores, que por meio da inteligência e de ações bem estruturadas e orientadas, está mudando o paradigma de um dos maiores problemas do Brasil, que é a violência de seu trânsito”, afirmou.


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page