Buscar
  • Rodovias & Vias

Entre o Báltico e o Bósforo

INTERNACIONAL – Logística



*diretamente da Alemanha para Rodovias&Vias

Subsidiária da Hamburger Hafen und Logistik AG’s (HHLA) – operadora de 3 dos 4 terminais de Contêineres do Porto de Hamburgo, Alemanha - a Metrans, está oferecendo novas conexões entre o Mar Báltico, Europa Central e a Turquia. Ao passo em que outro terminal portuário no Hemisfério Norte, Gdansk (Polônia), passa a ser servido pela empresa, também o terminal Halkali, próximo a Istambul e alguns Km Ásia adentro, passa a integrar a malha, sendo servidos por trens da Metrans. Com estes novos tramos adicionados, a rede completa passa a compreender Gdansk, Hamburgo, Bremerhaven (Alemanha), Wilhelmshaven (Alemanha), Rotterdam (Holanda), Koper (Eslovênia), Trieste (Itália), Piraeus (Grécia) até chegar à Istambul pelo Sul.


Possível a partir de uma cooperação com o provedor logístico turco Omsan Logistics, a nova conexão com o país teve suas primeiras composições da Metrans partindo do terminal multimodal de Dunajska Streda, na Eslováquia, com destino ao Halkali, na Turquia. A princípio, a Metrans planeja ao menos dois roteiros completos semanais. De acrodo com Peter Kiss, CEO do grupo Metrans, “Esses novos relacionamentos, vêm de encontro à filosofia de nosso dinâmico conglomerado. Estamos ampliando e conectando o número de portos com nossos hubs estrategicamente posicionados para o transbordo de contêineres por toda Europa. Mais parcerias dessa natureza, representam serviços operacionalmente mais atrativos para nossos clientes, também em termos de custos”. De acordo com a Metrans, mais do que serviços de transporte ferroviários, as conexões de longa distância com a Turquia contribuem com a redução de tráfego de caragas por modal rodoviário e, portanto, “estão alinhadas ao compromisso de sustentabilidade da HHLA. Juntamente com a Osman Logistics, soma-se mais uma oportunidade de reduzir as pegadas de carbono”, avaliaram representantes. Parte do Grupo OYAK, a Osman Logistics possui grande experiência no mercado turco e irá apoiar a Metrans neste sentido.

Peter Kiss, CEO do grupo Metrans


Operação Polônia


Simultaneamente, a Metrans está fechando a malha europeia no Norte pela conexão ao Mar báltico com a regularização da oferta entre o Terminal de contêineres de Ostrava (República Tcheca) e Gdansk, iniciando um “relacionamento promissor”. Agora os volumes dos clientes Metrans poderão acessar a Polônia de Norte à Sul 3 vezes durante a semana em qualquer direção com uma única parada em Dabrowa Gornicza, próximo à Katowice. “Esta é uma linha bem vinda e aguardada há muito tempo, que traz novas oportunidades para os clientes da Europa Central e do Leste europeu e o mercado como um todo”, afirmou o executivo da Metrans. “Como se espera da marca, este passo é dado a partir da inovação sustentável: as composições entre Ostrava e Gdansk são otimizadas em comprimento, chegando até 750 metros. Isto aumenta a capacidade de um único trem para 112 contêineres do tipo standard (20 pés), o que contribui para diminuir o consumo energético unitário”, declarou.


Sobre a HHLA


Uma da principais companhias logísticas da Europa, com uma rede portuária que compreende Hamburgo, Odessa (Ucrânia), Tallin (Estônia) e Trieste, excelentes conexões interiores e bem conectados terminais intermodais na Europa Central e oriental, a HHLA, “Representa um hub logístico e digital de transportes do futuro, com um modelo de negócios baseado em inovação tecnológica e comprometido com a sustentabilidade”.




4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo